Qual é a diferença entre Asperger e TDAH?

TDAH é um resultado / sintoma de Asperger, ou que os dois transtornos tendem a coincidir com o outro?

 

 

 

As pessoas muitas vezes perguntam se essas duas condições são opostas, independente, ou correlacionados. À primeira vista, o TDAH parece ser curto espaço de atenção e incapacidade de se concentrar, e Aspergers o problema oposto. Mas, em seguida, as descrições de TDAH também mencionar “hiper-foco”. Se eles vir a ser correlacionado ou similar, então o que são as diferenças entre os dois?

Asperger e TDAH compartilham algumas semelhanças que podem tornar o diagnóstico difícil. No entanto, um exame minucioso de suas definições revela que os problemas de atenção em Asperger são muito diferentes dos sintomas de TDAH. O fato de que uma criança pode ter tanto de Asperger e TDAH aumenta ainda mais a confusão. Cerca de 60-70% das crianças com Asperger apresentam sintomas os quais são compatíveis com um diagnóstico de TDAH.

Aqui estão algumas das semelhanças entre o TDAH e de Asperger:

• problemas de atenção
• atividade Irracionalmente energético
• problemas de aprendizagem
• Muitas vezes parece não estar ouvindo alguém durante uma conversa
• Problemas seguir direções
• Diz coisas inapropriadas e tem problemas para descobrir a resposta apropriada para algumas situações
• Falar com alguém ou falar sem parar
• birras
• Quando mais jovem, dificuldade em aceitar calmante ou segurando

Ambas as crianças Asperger e crianças com TDAH têm sérios problemas de integração sensorial, pode ser descoordenada e impulsiva, e ambos muito respondem positivamente a estrutura e rotina. Sempre que há um déficit nas funções executivas, que se manifesta na falta de atenção, distração e impulsividade – três áreas reconhecidas em ambos os Aspergers e lista de verificação de TDAH de comportamentos.

Aqui estão algumas das diferenças entre o TDAH e de Asperger:

1. Aspergers incide mais sobre problemas de atenção relacionadas com  a necessidade de rotinas rigorosas, dificuldades de linguagem,  rituais obsessivos, e Os comportamentos de auto-estimulação. Por outro lado, o TDAH se concentra mais nos problemas relacionados com a atenção impulsividade e hiperatividade.

2. Uma criança com Asperger tem a capacidade de se concentrar em uma atividade de interesse. A criança com TDAH não.

3. Uma criança de Asperger tende a se concentrar em apenas uma atividade com um nível de intensidade que exclui tudo o resto em seu ambiente (por exemplo, ele pode girar um objeto por horas e recusar-se a exercer qualquer outra atividade). Por outro lado, uma criança TDAH tende a ser interessado em múltiplas atividades, mas é facilmente distraído pelo ambiente e pula de uma atividade a outra.

4. Uma criança com Asperger pode ficar com raiva se sua rotina ou atividade favorita é interrompida, mas ele não costuma mostrar uma grande variedade de emoções em público. A criança com TDAH pode ser propenso a expressar emoções direta e claramente.

5. Uma criança de Asperger pode ficar com uma atividade por longos períodos de tempo. A criança com TDAH pode não ser capaz de se concentrar em qualquer atividade ou assunto para mais do que alguns minutos.

6. Crianças com Asperger e crianças com TDAH geralmente querem ter amigos. Ambos os  têm pouca habilidade de “rito de entrada” e ambos se desempenham mal. No entanto, ambos costumam falhar socialmente por razões diferentes. Com Aspergers, o comportamento é tão incomum e idiossincrático que a criança é vista como um “nerd” ou “esquisito”. Com TDAH, o comportamento é tão alto e caótico que a criança é visto como irritante ou perturbador.

7. Crianças com Asperger gostam regras, mas quebrar as que não entendem. As crianças com TDAH frequentemente quebram as regras que eles entendem, mas por desafiar e não gostar.

8. Crianças com Asperger são muitas vezes de oposição a serviço de evitar algo que os torna ansiosos. As crianças com TDAH são frequentemente de oposição no serviço de busca de atenção.

9. Crianças com Asperger anseiam ordem, e tem acham ruim a discrepância, e explodem (ou se retiram) em face da violação de expectativas. Assim, eles são muito frágeis. Crianças com Asperger são muito mais tiranizada pelos detalhes – eles acumulam-los, mas não pode priorizá-los. As crianças com TDAH também têm habilidades organizacionais pobres, mas pode ser muito mais fluido no seu pensamento, mais inferencial em sua compreensão, e menos rígida em seu tratamento dos fatos que eles são capazes de se organizar.

10. Uma criança de Asperger pode conversar ou brincar tranquilamente.  Já é muito difícil encontrar uma criança TDAH  conversando ou brincando calmamente .

11. Uma criança Asperger tem dificuldade em esperar pela sua vez em jogos ou atividades devido a uma falta de inteligência social. Já a criança TDAH tem dificuldade em esperar a sua vez, devido à impulsividade.

12. Ambos os grupos parecem não escutar quando lhe dirigem a palavra, mas por razões diferentes.Parece que a criança Asperger não está prestando atenção, porque ele evita o contato visual direto. Já uma criança TDAH não está escutando, porque  está focado em outras coisas no momento.

As principais diferenças entre Asperger e tratar o TDAH é a capacidade de atenção focada, bem como se tem ou não comportamentos obsessivos e problemas sensoriais presentes.

É possível para uma criança ter uma comorbidade de TDAH e de Asperger (ou seja, ambas as condições estão presentes). Uma criança com duas condições terá mais sintomas de TDAH (por exemplo, impulsividade e hiperatividade) do que comum em Aspergers.

O problema com os Aspergers – TDAH sobreposição é que, às margens mais graves do espectro de TDAH e as margens menos extremos do espectro de Asperger, os clínicos podem legitimamente defendem um sobre o outro diagnóstico. É comum que uma criança com Asperger  Primeiro seja diagnosticada com TDAH, devido à atenção e problemas de comportamento. Quanto mais testes são feitos e mais especialistas se envolvem, um diagnóstico mais específico de Asperger é muitas vezes refeita.

A maioria dos processos para obter esses rótulos colocados não são uma ciência exata, e o processo é frustrante para os pais, professores e profissionais da área médica… E encontrar o rótulo certo para se certificar de que as abordagens corretas sejam tomadas para ajudar o progresso da criança da melhor maneira possível.

 

Traduzido e adaptado Livremente da versão em Inglês

 

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s